Concurso Agrinho premiará projetos de robótica desenvolvidos por alunos da rede
02/05/2022 - 14:59

A edição 2022 do Concurso Agrinho terá uma categoria inédita, destinada a projetos de robótica desenvolvidos por estudantes da rede estadual de ensino. Serão premiados com smartphones 32 projetos de todo o estado — um de cada Núcleo Regional de Educação. Além da robótica, o Agrinho (parceria do Sistema Faep/Senar-PR com a Seed-PR) também tem uma categoria voltada à produção textual, o Concurso Redação Paraná Nota 10 — Agrinho.

Os projetos de robótica devem ser voltados à resolução de problemas socioambientais. Podem participar do concurso todos os estudantes do ensino fundamental II ou do ensino médio que estejam matriculados em colégios públicos estaduais que ofereçam aulas ou iniciativas de robótica.

Os professores orientadores dos projetos podem elaborá-los com apenas um aluno ou com grupos de dois a cinco participantes, podendo mesclar estudantes de séries diferentes. Os docentes devem registrar em fotos e vídeos todas as etapas do trabalho.

Etapa regional — No período de 1º a 05 de agosto, cada escola participante deve organizar um evento (feira ou exposição) para avaliar os projetos e escolher um deles para representar a escola no concurso. Os trabalhos escolhidos seguem, então, para a avaliação dos Núcleos Regionais de Educação (NREs) — o envio deve acontecer entre 8 e 26 de agosto.

Etapa estadual — Ao receber os projetos, cada um dos 32 NREs deve escolher três trabalhos para representar a região. O Núcleo precisa encaminhar os projetos selecionados (96, no total) para a Seed-PR entre os dias 5 e 9 de setembro.

Após essa etapa, uma banca avaliadora da Seed selecionará o projeto vencedor de cada NRE — 32 projetos, ao todo. Os critérios para a avaliação dos trabalhos incluem complexidade, inovação, impacto na sociedade e apresentação do projeto. O resultado será divulgado em 19 de setembro.

Confira aqui o regulamento completo.

Premiação — Cada equipe vencedora receberá dois smartphones: um para o professor e um para o aluno. Caso a equipe seja formada por mais de um aluno, recomenda-se que o celular seja sorteado entre eles. Se o mesmo professor for premiado em dois projetos diferentes, ele receberá apenas um smartphone.

Haverá envio de certificados aos participantes e uma cerimônia de premiação, que será realizada em Curitiba, em novembro, com os alunos e professores ganhadores.


Esta notícia foi publicada no site www.educacao.pr.gov.br em 27/04/2022. Todas as informações nela contidas são de responsabilidade dos autores.

Últimas Notícias